Saiba o que acontece quando você guarda sua escova de dentes com capinha protetora


Sabe aquele protetor plástico que acompanha algumas escovas de dente e que servem para proteger as cerdas de insetos e demais riscos que ela pode correr? Pois é, se você a utiliza, saiba que talvez ela proteja a escova, mas não a você, muito pelo contrário.

É bem sabido que bactérias e fungos adoram locais úmidos e quentinhos, não é mesmo? E é exatamente esse tipo de ambiente que aquelas capinhas criam em sua escova dental. Geralmente, no decorrer do dia, não temos o cuidado de secar as cerdas para só assim guardar a escova. É comum, assim que escovamos a boca, removermos o creme dental das cerdas e dar apenas uma "sacolejada" para tirar o excesso de água e já a guardamos na capinha, deixando aquela umidade no protetor, e como ele é abafado, gera calor.

- Ah, mas meu protetor tem furinhos para deixar o ar circular! Ok, isso reduz o problema, mas  não impede que a quantidade de umidade, até que escova fique seca, não crie uma colônia de bactérias e fungos, que farão muito mal a sua saúde.

- E os porta-escovas coletiva? Esses sim que você deve manter distância. Além das suas bactérias, terá a de outras pessoas, tornando assim a colônia de bactérias mais diversificada ainda. Além de ser bastante nojento e anti-higiênico, doenças das outras pessoas podem ser transmitidas a você. E não para por aí: se o porta-escovas não for lavado por pelo menos 3 vezes por semana, você já criou um sistema inteiro de fungos e bactérias no local onde você guarda as escovas.

O ideal mesmo, é que você, após escovar os dentes, enxague bem as cerdas e molhe-as com antisséptico bucal, pois estes possuem boa quantidade de bactericida. Logo após, dê leves batidas para que a umidade em excesso saia e enxugue-a com um papel toalha, pressionando sobre a mesma, para remover mais ainda a umidade que possa estar presente. Só depois, pode guardar tranquilamente sua escova nas capinhas COM FUROS e você possa se livrar dos males invisíveis a olho-nu. As capinhas e porta-escovas coletivas são úteis contra bactérias presentes no seu banheiro, use-os, porém seguindo as recomendações de desinfeção e secagem.

Para quem viaja bastante, é claro que as capinhas são uma aliada para proteger suas escovas de sujidades que possam conter na mala ou necessaire. Mas lembre-se de SEMPRE lavar sua capinha protetora, bem como, antes de guardar a escova, seca-la bem, diminuindo assim os riscos de contaminação e proliferação bacteriana.

Por: Victor Hugo Rebouças

Sobre Victor Hugo Rebouças e Daniella Allende:

Acadêmicos do curso de odontologia da Universidade Potiguar, em Natal/RN. 🔸 Victor é o fundador e presidente da Liga Acadêmica de Odontologia Estética do Rio Grande do Norte e possui experiência em marketing voltado para a odontologia e redes sociais. É o autor-responsável do site O Dentista Acadêmico. 🔸 Daniella é aluna do último período da faculdade e conta com experiência em divulgação odontológica em mídias sociais. É sócio-autora do site O Dentista Acadêmico.