Dentes sensíveis: Causas, tratamento e prevenção


"Oba, um picolé! Deixa só eu dar uma mordida... AAAIII". Reconheceu essa expressão? Parece até você quando quer tomar algo gelado ou muito quente, não é mesmo? Uma vontade enorme de ir com tudo ao fundo do pote, mas que seus dentes sensíveis não te deixam ser feliz pois eles doem. Leia a seguir a matéria que preparamos para você sobre hipersensibilidade dental.

Sensibilidade nos dentes é algo terrível e que não dos deixa saborear os melhores momentos da vida, literalmente. Os estímulos mais comuns em dentes sensíveis podem ser: 
  • Alimentos e bebidas quentes ou frias, ácidos ou doces.
  • Vento frio direto nos dentes;
  • Certos rocedimentos odontológios, etc. 
Logo, se esses estímulos te causam desconforto, você não está sozinho nessa, pois cerca de 57% dos adultos sofrem desse problema.

Qual é a causa?

Diversos podem ser as causas da hipersensibilidade, como desmineralização dos dentes e fraturas. Mas a recessão gengival é a principal causa dentre todas. Nesse caso, a gengiva retrai por diversas razões, como escovação incorreta (muita força ao escovar) , idade avançada, doença periodontal, ou até mesmo exposição constante a alimentos e bebidas ácidas que desmineralizam os dentes. 

Quando a gengiva retrai, pequenos orifícios que existem na raiz do dente, os chamados túbulos dentinários, ficam expostos e "descobertos". Estes túbulos levam diretamente a polpa do dente, atingindo seus nervos e causando dor.

Por que tratar?

Além de te trazer incômodo ao tomar um simples copo de água gelada, pode levar a outros problemas orais. A dor que é causada pela hipersensibilidade dentária, por exemplo, pode fazer com que você não higienize seus dentes de forma adequada, aumentando o risco de cáries e diversas doenças gengivais.

Tratamento com cremes dentais para hipersensibilidade dentária?

Bem, a maioria desses cremes dentais para dentes sensiveis são baseados em sais de potássio, na forma de nitrato de potássio, citrato de potássio ou cloreto de potássio. Eles infelizmente agem no sintoma e não na causa da sensibilidade, ou seja, são apenas paleativos. Além disso, podem demorar semanas e até meses para promover um alívio significativo. 

Segundo especialistas da Colgate, "a tecnologia que utiliza a Arginina e Carbonato de Cálcio age imediatamente na causa da sensibilidade promovendo alívio duradouro." 

Se você acha que tem dentes sensíveis, você deve informar ao seu dentista o mais rápido possível para o correto diagnóstico. Ele irá identificar a verdadeira causa do seu problema e só assim poderá ter o problema controlado ou ser curado, pois o problema pode ser na gengiva, precisando de um tratamento mais complexo.

Prevenção

Para prevenir este problema, basta seguir algumas orientações básicas que poderão salvar o seu bem-estar. São elas:

  • Conduzir uma higiene oral adequada, evitando doenças periodontais e a retração da gengiva.;
  • Evitar ao máximo ingestão de alimentos e bebidas ácidas;
  • Utilizar escovas com cerdas macias e extra-macias, escovando os dentes de forma suave;
  • Usar cremes dentais dessensibilizantes;
  • Visitar seu dentista para um correto diagnóstico e tratamento é essencial.
Espero que após este artigo, tenha ficado mais por dentro do que é a sensibilidade dental e agora saiba como agir diante desse problema tão irritante e desconfortável. 

Forte abraço!
Por: Victor Hugo Rebouças

Sobre Victor Hugo Rebouças e Daniella Allende:

Acadêmicos do curso de odontologia da Universidade Potiguar, em Natal/RN. 🔸 Victor é o fundador e presidente da Liga Acadêmica de Odontologia Estética do Rio Grande do Norte e possui experiência em marketing voltado para a odontologia e redes sociais. É o autor-responsável do site O Dentista Acadêmico. 🔸 Daniella é aluna do último período da faculdade e conta com experiência em divulgação odontológica em mídias sociais. É sócio-autora do site O Dentista Acadêmico.