5 dicas caseiras para aliviar uma dor de dente


A dor de dente é realmente cruel, e queremos sempre acabar com ela o mais rápido possível. Antigamente dizia-se que existiam "demônios" dentro dos dentes das pessoas eram pecaminosas. Essa dor causa uma série de desconfortos, como febre, inchaço, dor de cabeça, estresse, e muitos outros sintomas ruins. Nem sempre no momento que temos uma dor de dente causado por algum problema, podemos ir a um dentista rapidamente, o que se faz necessário o uso de paliativos até conseguirmos ir a um cirurgião-dentista e tratar corretamente e definitivamente o problema.

1 - Utilizando soluções caseiras

Enxaguar a boca, bochechando com água morna e sal pode ajudar, pois uma das principais causas das dores é devido a bactérias no local, e utilizando-se desse método, o sal funciona como um agente anti-bactericida. A solução irá "sugar" os fluidos do local afetado, diminuindo assim a pressão e consequentemente, a dor.

Como preparar:

  • Em um copo cheio de água morna (250ml), acrescente 1 colher de chá de sal, mexendo bem para homogeneizar a solução;
  • Evite aquecer muito a água, pois esta pode queimar sua mucosa oral;
  • Faça o bochecho durante pelo menos 30 segundos, e garanta que a solução entre em contato com o dente afetado. É importante NÃO ENGOLIR a solução salobra;
  • Pelo menos a cada 1h e 30min repita a ação;
  • Caso tenha dificuldades em encontrar sal, apenas a água morna já pode ajudar.
2 - Óleo de cravo


O típico remédio que toda vovó vai passar ao seu netinho. É uma forma bem tradicional e tem propriedades antibacterianas, além de servir para aliviar a dor. O óleo de cravo também age como antioxidante e diminui a zona da inflamação. O óleo de cravo é quase um anestésico natural e vai te salvar até que você possa ir a um dentista. E onde encontrar? Bem, pode ser encontrado em farmácias ou lojas de produtos naturais, no entanto, se quiser preparar o óleo de forma caseira, esmague dois cravos in natura e depois misture com azeite de oliva. Não exagere, o óleo de cravo em excesso pode causar mal, utilize no máximo 3 vezes por dia e siga as instruções do fabricante.

3 - Compressa fria


Se você caiu, bateu com os dentes em algum lugar e está com trauma, esse tratamento é o mais indicado. Cubra por completo um pouco de gelo com um pano limpo e aplique diretamente sobre o dente, externamente pela bochecha, por cerca de dez minutos. A baixa temperatura vai criar uma sensação analgésica, diminuindo a dor. Caso não tenha gelo no momento, uma outra alternativa é usar uma bolsa de gelatina ou até mesmo um pacote de legumes congelados e até carnes mesmo (tudo para passar a dor, rsrsrs). Jamais coloque o gelo diretamente sobre a gengiva ou tecidos internos da boca, pois pode causar queimaduras.

4 - Sachê de chá

Quem aqui não tem um saquinho de chá em casa, não é mesmo? Bom, antes de tudo, esse tratamento não lida com a infecção, mas sim nos sintomas. 

Como preparar:

  • Em uma xícara com água morna (não quente, eu disse MORNA), esprema bem e aplique no dente afetado por cerca de 15 minutos. 
  • O chá, pelo menos a maioria deles, contém tanino, que é um adstringente bastante eficiente e vai fornecer alívio momentâneo do incomodo.
  • Os chás de eucalipto ou hortelã são os mais ricos em tanino.
  • Os chás possuem naturalmente pigmentos, então fazer de forma contínua esse procedimento, poderá manchar seus dentes, então use com moderação, apenas para dar tempo de aliviar e ir a um dentista.
5 - Evite certos alimentos


Alimentos muito gelados ou muito quentes poderão causar ainda mais dor. Além disso, alimentos ácidos ou muito doces, irão também aumentar o incômodo.

É essencial que você procure um cirurgião-dentista após esses procedimentos caseiros, pois só ele saberá exatamente qual o melhor tratamento para você. Lembre-se que tratamentos caseiros são paliativos, e pode, caso você seja alérgico a algum produto, te causar problemas de saúde. Use-os apenas em casos de urgência onde você não consegue ter acesso a um dentista rapidamente. É importante salientar, que você deve ter noção do tipo de causador da sua dor, por exemplo: se a dor é pulsante, provavelmente será um problema interno com a chamada "polpa" do dente. As demais dores podem ser causadas por traumas (pancadas, quedas) e até mesmo bacterianas (cáries).

Espero que essas dicas tenham te ajudado.
Forte abraço!
Por: Victor Hugo Rebouças

Sobre Victor Hugo Rebouças e Daniella Allende:

Acadêmicos do curso de odontologia da Universidade Potiguar, em Natal/RN. 🔸 Victor é o fundador e presidente da Liga Acadêmica de Odontologia Estética do Rio Grande do Norte e possui experiência em marketing voltado para a odontologia e redes sociais. É o autor-responsável do site O Dentista Acadêmico. 🔸 Daniella é aluna do último período da faculdade e conta com experiência em divulgação odontológica em mídias sociais. É sócio-autora do site O Dentista Acadêmico.