Clareamento Dental: Como funciona?

 

É notória a grande procura nos últimos anos pelos dentes perfeitos. Cada dia que passa, mais e mais pessoas buscam deixar seus dentes o mais branco possível. Mas será que realmente vale a pena? Confira neste artigo que preparei para quem deseja saber mais sobre clareamento dental.

Causas do amarelamento dos dentes:
A cor amarelada dos dentes na maioria das vezes é causada pela pigmentação, no decorrer da vida, devido a alimentos e bebidas que o indivíduo consome como açaí, suco de uva, vinho, feijão preto, café, chá preto, refrigerante, cenoura e outros alimentos e bebidas com grande quantidade de corante em sua composição. Existe também o fator genético, que nesse caso, vem desde o nascimento e não se tem muito o que fazer, pois são de difícil controle. Outras causas do amarelamento podem ser a má higiene oral, o consumo de tabaco, traumas dentários, medicamentos, velhice e até mesmo desgaste dos dentes, devido principalmente ao bruxismo.
Bom, como você pode ver, muitas são as causas de um dente amarelado, mas não se preocupe, se você tem dentes amarelados, existem algumas alternativas, como o clareamento dental, que pode, em alguns casos, valer muito a pena. Mas CUIDADO! Em outros casos, não se recomenda o uso de clareadores, e o motivo direi mais abaixo.

O que é e como funciona?
O procedimento de clareamento dental se dá por meio de ácidos, geralmente o peróxido de carbamida em diferentes cocentrações, que "dissolve", a grosso modo falando, a pigmentação externa e interior do esmalte. Quando você vai ao consultório do dentista e ele inicia o procedimento, note que o mesmo coloca uma barreira gengival na parte superior de seus dentes, na chamada região cervical, para impedir que o ácido queime a sua gengiva, e logo após, ele aplica o ácido sobre os dentes, na chamada região vestibular. Logo após, em alguns produtos, é necessária a fotopolimerização (aquela luz azul) para ativar o produto. A maioria dos clareadores dentais de consultório contém altas concentrações do ácido e NÃO PODEM ser utilizados constantemente, por isso eles são restritos aos dentistas.
.

Seus dentes, após cerca de 60min (tempo geralmente utilizado), são lavados para remoção do produto e lá está: dentes mais brancos, como num passe de mágica. Mas aí você não se deu por satisfeito e diz que quer os dentes mais brancos ainda. Poxa, cuidado com a sensibilidade, ein? Mas vamos lá! O dentista te dá uma bisnaga ou seringa contendo um gel clareador dentro (este possui menor concentração), o chamado clareador caseiro, e faz um molde dos seus dentes para te entregar uma moldeira de silicone. O cirurgião-dentista te indica usar todos os dias, durante seu sono, a noite, e remover o produto e a moldeira pela manhã.  
.

No decorrer de 1 a 2 semanas, seus dentes estão mais brancos ainda e você fica super feliz, sai de casa com seus amigos e sorri bastante, para que todos vejam seu sorriso brilhante. Então você vai tomar sorvete com seus colegas e na primeira encostada que o sorvete dá na sua boca... AAAII! Você sente uma dor horrível, pois a temperatura congelante do sorvete fez com que você sentisse sensibilidade nos dentes da frente (anteriores). Essa é a parte ruim do clareamento dental: dentes brancos, porém, muitas vezes, sensíveis. Digo muitas vezes pois também tem gente que não apresenta esse "efeito colateral".

O que houve?

Bem, o clareamento no consultório por si só deixa seus dentes sensíveis por alguns dias (normal) e você ainda insistiu em usar o caseiro, isso fez com que seus dentes ficassem super sensíveis, e na menor mudança de temperatura, quente ou frio, você irá sentir dor neles. Mas calma, tudo tem uma solução: Utilize cremes dentais para dentes sensíveis ou volte ao consultório do seu dentista, em uma nova consulta, e peça para que o mesmo aplique em você dessensibilizante. Pronto, aos poucos, com o uso desse tipo de creme dental, você irá ficar bem e livre das dores.
.

E da próxima vez, cuidado ao querer seus dentes brancos como a neve, pois dentes brancos de mais ficam bastante artificiais e parecem aquelas gomas de mascar que são branquinhas e quadradinhas como o Sr. Wilson, lembram? O Clareamento dental deve ser utilizado somente quando o dentista analisa o caso e percebe que você pode utilizá-lo para a correção de mudanças de cor dos seus dentes, mas antes de tudo saiba que quanto mais natural, mais belo. Tenha dentes brancos, mas não exageradamente.

Forte abraço!
-Por: Victor Hugo Rebouças

Sobre Victor Hugo Rebouças e Daniella Allende:

Acadêmicos do curso de odontologia da Universidade Potiguar, em Natal/RN. 🔸 Victor é o fundador e presidente da Liga Acadêmica de Odontologia Estética do Rio Grande do Norte e possui experiência em marketing voltado para a odontologia e redes sociais. É o autor-responsável do site O Dentista Acadêmico. 🔸 Daniella é aluna do último período da faculdade e conta com experiência em divulgação odontológica em mídias sociais. É sócio-autora do site O Dentista Acadêmico.